sábado, 12 de março de 2011

Onde você foca sua atenção, aí está sua condição


Onde você está focando sua atenção? Na ressaca do carnaval, no terremoto do Japão, no domingão do Faustão? Você pode não estar ciente disso, mas existe uma responsabilidade individual com o próprio estado de consciência. Por que? É sobre o que iremos refletir neste post.

De quem é a culpa?

Pare um instante e perceba a realidade ao seu redor... lembre-se de como está sendo o dia de hoje para você. O que você assistiu na famigerada TV, por onde andou, quais foram as circunstâncias as quais você decidiu dar atenção? A resposta a essas perguntas irá te dizer qual realidade você está criando para você e para o planeta. Você ficou chocado(a) com a catástrofe do Japão, pesquisou muito sobre isso na internet? Achou que o terremoto é mais um sinal do fim? Aproveitou para pesquisar sobre sinais apocalípticos? Se sua resposta é sim, saiba que você contribuiu para o que aconteceu e, além disso, está construindo um cenário catastrófico bem mais grave para um potencial futuro. É isso mesmo, amigo(a), a culpa não é de Deus, dos demônios ou dos Iluminatti, a culpa é Sua! 
Pode parecer um discurso duro, mas é a mais pura verdade. Já vimos aqui e aqui como o universo é uma combinação coletiva das realidades que cada um cria para si. Então, se você não está satisfeito com o mundo em que vive, deixe de colocar a culpa em qualquer agente externo, e busque dentro de você a sua contribuição e mude isso. Anda vendo muito o programa do Datena? Não fique surpreso depois se um assaltante o abordar.  Anda insatisfeito com seu emprego? Tarááá, procure sua carteira de trabalho que muito em breve alguém poderá solicitá-la. é simples assim, amigo, onde está sua atenção, aí estará a realidade que você busca.

Parece clichê, mas...

Para mudar o mundo, comece mudando a você mesmo. Quantas vezes você já escutou isso? Muitas né. E quantas vezes você deu ouvidos a isso? Se você anda por aqui, devo assumir que o bichinho da inquietação já o mordeu e você já não é mais um zumbi passando pela vida sem vivê-la. Entretanto, você precisa começar a entender que apenas ler sobre alguns assuntos "pouco ortodoxos" não vai fazer de você alguém melhor e tampouco mudar o rumo para onde as coisas estão indo. Você tem uma responsabilidade cósmica com a qualidade de sua consciência. Mesmo aquele vizinho que passou a semana inteira na farra e agora lamenta que tenham sido apenas cinco dias de carnaval (ou seja, aquele zumbi), tem essa responsabilidade.  Entretanto, não faz diferença se ele ou você tenha ciência disso. A sua responsabilidade é cobrada a cada evento que se materializa em sua vida e no resto do planeta. Se você não tomar essa responsabilidade para si, outras pessoas continuarão a tomá-la por você! E eu acredito que você não esteja muito satisfeito com os rumos que estão dando para nossa realidade, não é mesmo? Então, meu amigo, pare de ficar só na teoria e AJA! Já passou da hora de mudarmos o foco de nossa atenção e passarmos a escolher aquilo que queremos para nossas vidas. Eu sei que a sensação de clichê continua, mas ninguém virá te salvar daquilo que você escolhe a cada segundo como sua realidade, só você pode se libertar disso. Lembra da lenda do vampiro? Pois é, ele só entra na sua casa se você o convidar!!! Nada mais longe da ficção que isso.

Por onde começar?

No blog tem muitos toques sobre como começar, mas o mais importante é estar consciente o máximo de tempo possível. Como assim? Alguém perguntaria. Bom, já vimos aqui que o fato de estar acordado, pensando e fazendo coisas não significa estar consciente. A grande massa de humanos neste planeta passa a maior parte de sua vida vivendo inconscientemente. Escravizado pelo Ego, o homem esquece quem é e desperdiça a vida que planejou. É duro para o Ser ter que assistir ao Ego humano estragar sua oportunidade de crescer e contribuir para melhorar este planeta. Mas é isso que acontece com boa parte de nós. Então, amigo, primeiro de tudo você precisa acordar.  Desligue a TV, o rádio o computador, pare de dar atenção a estes aparelhinhos que foram criados para manter você longe de sua essência e de você mesmo. Já reparou o quanto sua atenção é solicitada? Você perde tanto tempo dando atenção e esses aparelhinhos e suas distrações que deixa de focar no mais importante: Você mesmo. A coisa é tão séria que alguns não suportam o silencio. Se estão sós sem alguém com quem conversar, não aproveitam para conversar consigo mesmo, ligam o rádio ou a TV e continuam hipnotizados. Então, amigo, comece por curtir a si mesmo. Abrace o silencio e veja o que acontece. Divague, converse com você mesmo e imagine uma vida melhor. Deixe as pré-ocupações de lado e foque só em você. Quem sabe com o tempo você consiga ouvir o seu Eu? Acho que esse seria um bom começo, depois disso, você mesmo saberá por onde deve ir. Acredite, já passei por isso também.

Então é isso, aperte o off e boa viagem.

Um abraço.

15 comentários:

  1. AQB,ontem falei justamente isso pra minha mãe (que é evangélica):tudo que está acontecendo é reflexo do que pensamos e do que estamos fazendo. O tempo que se perde em busca de notícias ... e olha que quase todos os "canais" de comunicação espiritual estão falando a mesma coisa. Olhem pra dentro, cuidem de si, o exterior é reflexo do interior. Só que dá trabalho né amigo? Eu passo o dia inteiro fora, trabalhando em frente a um computador. Mas, faço pausas constantes, respiro, fecho os olhos, dou um break na mente e depois volto. É fácil arrumar justificativas pra fugir de si mesmo. Já leu bastante sobre evolução, consciência e despertar? Pratique. Com os familiares, vizinhos, conhecidos. Não é passe de mágica, o resultado vem aos poucos e vale a pena se sentir bem todos os dias e dizer com certeza "Tudo está a meu favor". Porque está mesmo viu?
    Beijos a todos.
    Fa

    ResponderExcluir
  2. Disse Tudo, Fabiane. Realmente o sistema dificulta este relacionamento interno. Mas ainda assim, com um pouco de força de vontade, é possível, basta dar prioridade ao que interessa.

    Muito obrigado pela visita, viu? É sempre um prazer recebê-la.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  3. VALEL, MEU QUERIDO COMPANHEIRO DE VIAGEM!ESTE É O TEXTO MAIS BELO, E IMPORTANTE. QUE PODE TER O PRAZER, DE LER NA SEMANA. QUERO QUE RECEBA MINHA GRATIDÃO, E AMOR IMCONDICIONAL. POR PARTILHAR, COM AGENTE, SEU DICERNIMENTO, CONHECIMENTO, E GRANDE SABEDORIA! MUITO OBRIGADO POR TUDO, QUE TENS ME TRANSMITIDO! LUZ, PAZ, E MUITA HARMONIA EM SUA EXISTÊNCIA, ALIADAS A GRANDES CINCRONICIDADES POSITIVAS!!! DO SEMPRE AMIGO !!!NOVAN!!!

    ResponderExcluir
  4. Obrigado a você, Novan, pela força, carinho e amizade. Fico muito feliz em saber que continuo contribuindo para seu crescimento.

    Um abraço, amigo.

    ResponderExcluir
  5. Olá,


    Obrigada pela luz trazida nas matérias do seu Blog!


    Que o seu mestre interno seja sempre seu farol.

    Estou ajudando e divulgando o blog Lar Cósmico

    http://larcosmico.blogspot.com/

    Se puder dê uma olhada fazendo uma visita.

    Obrigada

    Namastê

    ResponderExcluir
  6. Obrigado pela visita, Heloise. Irei dar uma conferida no seu blog, com certeza. Um bom lugar onde você pode divulgar seu blog é no "Atalhos para o camimho" http://atalhosparaocaminho.blogspot.com lá tem uma audiência muito boa e uma quantidade de blogs parceiros bem interessante. Entre lá e fale com os moderadores que eles podem te dar uma mãozinha.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  7. Penso e sinto como você!
    Mais uma pérola que precisa ser divulgada.
    Um beijo agradecido.
    Astrid Annabelle

    ResponderExcluir
  8. Bravo Bravíssimo!!!!!!! Compartilharei!!!
    Abraço

    ResponderExcluir
  9. Olá! Muito instigante seu blog, parabéns! Adorei esse último post, e também penso que se pensarmos, ou como você mesmo diz, focarmos em uma determinada energia (assim somos todos), aquilo toma parte do seu tempo de sua vida, interferindo. Quando aconteceu a tragédia do Japão, em vez de eu ficar postando coisas sobre o desastre ou comentando, escrevi elogios e pedi elevação do pensamento. Fiz bem, não? pelo menos, contribui com o Cosmos. Quando puder, dê uma passadinha lá no meu blog. Abraço.

    ResponderExcluir
  10. Fico feliz que compartilhe dessa verdade, Astrid. Muito me alegra nossa sintonia. Mais uma vez agradeço a divulgação do blog que você tem feito.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  11. Seja bem-vindo, Marcelo. Dei uma espiadinha no seu blog... muito interessante.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  12. Oi Daniella, seja sempre bem-vinda. É isso mesmo, você captou a essência da mensagem! E agiste divinamente quando elogiaste e pediu elevação do pensamento. É exatamente essa a atitude de quem quer um mundo melhor para todos.

    Darei uma espiada no seu blog sim, com todo prazer.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  13. Aloha amigo querido,

    Minha primeira vez aqui, li este texto no blog do Aldo Luiz e passo aqui para parabenizá-lo pela preciosidade do texto. Sou praticante do ho'oponopono que tem filosofia parecida, não há culpados, tudo está dentro de nós e somos os responsáveis pela limpeza destes padrões e condicionamente que nos aferram há milênios. Sou grato amigo, seu blog já esta devidamente "favoritado"...

    abs.

    Guilherme

    ResponderExcluir
  14. Olá, Guilherme, seja bem-vindo!!! Conheço o
    Ho´oponopono, Filosofia bastante interessante e que já foi abordada aqui no blog.
    Eu é que agradeço sua visita e apreço.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  15. Verdade mesmo, quando desligo a TV, que já encontro ligada pela manhã, em noticias terriveis que se repetem, mesmo trocando de canal, me dá uma paz, consigo focar nos meus afazeres domésticos e até tenho novas idéias, até meu marido ,percebo fica mais sintonizado nas tarefas que tem pela frente...Mas o fato é, que horas depois fica um silencio, parece que falta algo, isto é,uma companhia...A rotina da casa, agora na aposentadoria dele, é muito chata...Entaõ, o rádio, TV, e internet me salvam!!Gosto de movimento, conversa, conviver com outras pessoas. Marido ´o oposto, fechado, só comer ,beber,dormir esta bem focado nele mesmo, o tempo todo...Então se não é esse blog, me dizendo que ainda há vida, já teria caido numa grande depressão, tenho aprendido muito com voce.Obrigada.Mas acredite que a grande maioria ,na minha faixa etária, convive e vive pela TV,pois muitos nÃO sabem usar internet, e o que resta nos dias frios como hoje e mesmo quentes é o radio e TV.Eu francamente não suporto mais TV, só anuncios, tragédias, nada que se aproveite. Já li muitos livros,nem me prendo mais a eles. Só a internet me salva da tristeza de sentir se só...

    ResponderExcluir